quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Comentário dos Comentários


Bom Dia pessoas,
Então, muitas pessoas estão achando que meu texto é ficção, mas não é, é realidade mesmo, não sei se felizmente ou infelizmente, por que adoro amar meu piá, mas odeio que ter que dividir meu tempo com tantos plantões...
Gente, outra coisa que tenho lido nos comentários é o questionamento de por que ele não me assume, mas o buraco é bem mais em baixo e outras coisas muito mais complicadas do que voces imaginam estão envolvidas, ainda não posso contar, por qe é muito complicado.
A gente se ama, mas não pode assumir, o que posso garantir é que não sou amante dele.
Na segunda conversamos muito e percebemos que mesmo eu ou ele estando longe não temos razão pra ficar triste ou nos sentir vazios, por que temos um ao outro e mesmo que os olhos não vejam sabemos o quanto nos amamos e sei que é muito recíproco e que nossa relação não é pautada só em sexo não, mesmo os dois sendo um pouco maníacos por sexo... rsrsr.
Uma coisa que alguém escreveu é que eu deveria me amar mais, as vezes acho que sim mesmo, me acho feia, gorda, as vezes um pouco frustada, mas estou tentando mudar isso. Já consegui emagrecer 8kg em dois meses, agora só falta mais 4kg, estou indo certinho à academia (hoje não fui... rsrs, mas é pq acordei atrasada), estou até me achando um pouco mais bonita.
Nossa, estou até etranhando esse post, té muito pra cima e meu gato nem está aqui e sei que despois dessa semana tudo vai ficar mais difícil, mas serei forte(ainda bem que tenho esse espaço pra desabafar), por que meu pai e meu irmão vão ficar na minah casa até o Natal e meu gato vai pra Porto Seguro na sexta e só volta dia 21 (dia que vou prestar concurso para o MTE) e depois vai ficar mais foda da gente ficar juntos.
A propósito, ontem falei com minha mãe que achava que ela tinha rabo preso com meu pai, mas numa boa de brincadeira e ela disse que "só deu pro meu pai, nunca deu pra outra pessoa" e que se eu falasse alguma coisa a respeito dessa minha desconfiança pro meu pai era bem capaz de ele acreditar e pedir teste de DNA e aí sim ela separaria dele, por que ele foi o único home dela e não admitiria que ele desconfiasse disso.
Ai gente, acho que to meio doida hoje né???? Melhor parar de escrever.
Hoje vou ver meu amorzão, graças a Deus, não estou aguentando mais de saudades. Estou pensando no que dar pra ele de Natal, o que me sugerem???
e amanhã faz quatro meses que estamos juntos, queria dar um presente também, mas tô sem idéias.
Beijinho a todos e até um futuro próximo.
Fui

4 comentários:

Jamile Gonçalves disse...

Obrigada pela visita!
Gostei de seu post hoje... Senti um ar de ar puro e saudável. Aqueles dias em que nos sentimos levitar, sem saber pq!
Beijos

Diogo de Castro disse...

Então, qdo eu naum sei o que dá de presente procuro saber que musica a pessoa gosta de ouvir e dou CD, rsrsrsrsrs. Olha, eu axo mesmo que vc precisa recuperar sua alto estima porque ficar se martirizando naum leva ninguem a lugar nenhum, bju!

Marlene Maravilha disse...

Só uma pergunta: o teu amorzao vive intensamente contigo este romance??? tomara amiga, porque é muito triste embarcar nessa sozinha!É melhor só do que mal acompanhada.
abracos

Mariana Dnasci disse...

Eu sou uma que não acredita muito nessa história. Tu é jornalista, e escreve desse jeito?